Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Foto retirada da página https://www.facebook.com/DFBTeam?fref=ts
No dia em que a selecção germânica espetou quatro bolachas numa paupérrima selecção de jogadores que diziam representar Portugal, pensei para mim: "Vejam bem o que aí vem!". Contudo, e porque há sempre o risco de ocorrer uma surpresa, preferi guardar as certezas para a final. Não me enganei!

Ano 2000, início de século XXI. Eu, com os meus onze aninhos, em frente à televisão a festejar uma enorme reviravolta, depois uma resposta vingativa, outra grande vitória, e outra grande vitória e só de penálti nos pararam. Mas isso pouco importa, hoje é dia da Alemanha, sem gorda, se faz favor.

Tricampeã mundial, tricampeã europeia e a defender o título continental, a selecção de Mathaus, Kahn e Bierhoff, foi vergada pela Roménia de Hagi e por uma segunda linha de Portugal onde se destacou um tal de Sérgio Conceição, com um hat-trick frente ao melhor guarda-redes do Mundo, frente à selecção campeã europeia. Seria apenas ousadia dos "pequenos", sem respeito pela Mannschaft? Seria o fim de uma selecção que lutava sempre pelo título?

"- Olha, e que tal correu o Euro?
- Epah, um empate com a Roménia, perdemos com a Inglaterra e depois levamos três de Portugal.
- Figo, Rui Costa e Nuno Gomes?
- Não, hat-trick do Sérgio.
- Quem?"

Portanto, a Federação Alemã de Futebol (DFB) decidiu dar início a uma reestruturação que começou a ser implementada em 2004, após nova fase decepcionante. A DFB impôs que todas as equipas da 1ª e 2ª Divisão tinham de possuir um centro de excelência para jovens. Depois, a Federação acompanha a evolução dos melhores jovens com base em dois aspectos principais - força física e técnica. Jogadores fortes fisicamente e tecnicamente, que saibam decidir rápido e que possam oferecer poder de choque à sua equipa. Medida à qual se juntou uma equipa de olheiros para observar jogadores jovens estrangeiros a viver na Alemanha que pudessem naturalizar-se e representar a selecção alemã, como Özil, Khedira ou Boateng. Em 2014, apenas Klose e Weidenfeller, os trintões, resistiram à diminuição da média de idades na selecção - na década de 90 a média era 29 anos e agora é 24. Lahm, Schweinsteiger e Podolski são os mais velhos da geração "pós-Sérgio Conceição" (nome carinhoso pelo qual trato os novos campeões do Mundo). O próprio Joachim Löw, que muitos gostam de classificar como mau treinador, foi o primeiro adjunto desta reestruturação e há oito anos que comanda esta geração - nunca falhou uma meia-final!

A isto considero trabalho, muito trabalho, rigor, organização. No núcleo duro da selecção, a grande maioria dos jogadores alcançou a titularidade logo à saída da selecção de Esperanças. Lahm, Schweinsteiger, Özil, Hummels, Neuer, Müller, Kroos, cimentaram o seu lugar nas camadas jovens e marcaram posição na selecção sénior. São eles o presente e o futuro da Alemanha, eles que treinam ao mais alto nível e jogam ao mais nível desde tenra idade. É também curioso reparar que nenhum jogador alemão se destaca como o melhor. Têm Neuer, Lahm, Hummels, Boateng, Howedes, Kramer, Schweinsteiger, Kroos, Özil, Müller e Klose, ainda Khedira, Götze, Schürrle, Zieler, Podolski, Draxler ou os lesionados Schmelzer, Reus, Bender e Bender. Não há um grande jogador, há vários bons jogadores que formam uma equipa implacável.

Com Kroos e Müller de saída do Bayern, podemos dizer que o Guardiola é uma besta (podemos sempre dizer que um espanhol é uma besta, mesmo sem motivos, mas futebolisticamente é estranho ver estas saídas)? Como é que o Klose, aos 36 anos, corre mais que o Postiga e o Almeida juntos? Vamos assistir a um domínio alemão no futebol mundial? Se esta fórmula é assim tão boa, onde andam as selecções jovens alemãs? Pois, amigos, tarot é com a Maya. Apenas vos digo uma coisa, este título não é "obra do acaso" e os germânicos têm aqui uma selecção para o futuro!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Considera-te avisada, Angela

por Marquês, em 17.12.13

A limousine onde seguia a mulher mais poderosa do mundo teve um acidente. Um velhote, dizem, embateu no veículo onde seguia a gorda alemã mas, infelizmente, não houve feridos a registar. O governo português ainda não comentou o assunto mas eu, qual Al-Qaeda, quero, em nome de todos os portugueses, reivindicar este atentado!

O mundo está em crise e em guerra e a fome atinge milhões de pessoas e muitos milhões continuam sem acesso à Internet. Contudo, na Alemanha está tudo bem e a culpa é da Angela! Por isso, e para que ela comece a ter mais cuidado quando quiser lixar os portugueses, estou a reivindicar o atentado de ontem contra a chanceler alemã. Para além do mais, disseram-me que o mister Joachim Low está a pensar convocar a chanceler para jogar contra Portugal no Mundial 2014. Apesar de ir jogar com o 10 do Özil (foi a Angela que escolheu o número porque não curte de turcos e quis mostrar ao Özil que quem manda ali é a gorda), vai jogar ali na defesa a descair para o lado do Ronaldo, que, como se sabe, é 90% da equipa lusa. Como o Ronaldo trabalha em Espanha, ela vai criar um imposto especial para futebolistas portugueses a jogar no Real Madrid com o número 7 e durante o jogo vai penhorar a mansão do Ronaldo, o museu na Madeira, os ténis novos do Cristianinho e os brincos do nosso capitão. Este é o plano dela. Mas como eu descobri tudo a tempo, já enviei o velhote dar-lhe um toque só para ela ficar avisada.

Qualquer dia ficas sem água em casa, Angela! Toda a gente sabe que as mulheres levam muito tempo a arranjar-se, e as gordas ainda mais. Duvido que a Angela consiga sair à rua com ramelas nos olhos e o cabelo todo despenteado. Sem sair à rua também não pode vir criar novas medidas para tirar dinheiro à gente. De nada, Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Parabéns meister Bayern!

por Marquês, em 06.04.13
Facebook oficial FC Bayern München
Não falo o suficiente alemão para perceber o que significa "MIA SAN MEISTER" mas, como vi esta imagem no facebook oficial do FC Bayern München, suponho que tenha algo a ver com "campeões". E é verdade, esta fantástica máquina demolidora já pode ir para as ruas de Munique gritar bem alto "MEISTER"!

Há uns anos, num simulador de treinador de futebol de nome Football Manager, e depois de vencer todos os títulos com uma equipa portuguesa, decidi aceitar um convite de um clube alemão e fui à aventura para uma liga onde nunca tinha jogado: Bundesliga. Özil, Hugo Almeida e Mertesacker eram algumas das "minhas" estrelas. Nessa altura achei que estava a jogar em modo "super-super-super-difícil". Uma liga muito competitiva, com poucos golos, equipas muito fortes tacticamente, muitas derrotas inesperadas e pouco sucesso a nível internacional. Fui campeão e despedi-me, não conseguia aguentar mais uma época naquele campeonato. Contudo, comecei a olhar mais para o campeonato alemão e vi a evolução do futebol alemão nos últimos anos. Aliás, adoro ouvir comentários de pessoas que nada percebem do que falam, e ainda mais quando se acham experts na matéria, que o futebol alemão é aborrecido. De certeza que não viram um jogo de alemães nos últimos sete, oito anos.

O fantástico Dortmund bicampeão com Hummels, Götze, Lewandowski, Kuba e Sahin. Aquele ambiente entusiástico no Westefallen. O gigante, que acordou, com Heynckes e as duas meias-finais. O jovem Kroos, que vi pela primeira vez quando ele tinha 16 anos num torneio no Algarve, os incansáveis Lahm e Schweinsteiger, os irrequietos Robben, Müller e Ribéry. E ainda Leno, ter Stegen, Reus, Schürrle, Özil ou Khedira... Jogadores que fogem à regra do tradicional alemão rígido. Dá gosto ver jogos da liga alemã. E este Bayern é uma autêntica locomotiva pronta a trucidar qualquer adversário!

Em jeito de despedida só penso que Heynckes se pode despedir em grande do Bayern. Depois de no ano passado terem conquistado "quase" tudo, este ano começaram com a Supertaça, juntaram-lhe a Bundesliga, já vão nas meias da Taça e em bom caminho na Champions... Quanto maior a glória deste ano, maior o fardo de Guardiola.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vamos criar um novo turismo!

por Marquês, em 26.11.12
É por isto, amigos e camaradas e ideologistas de qualquer ponto  da Rosa dos Ventos, que o país da D. Merkel manda em nós. Isto é, e estou bastante certo do que digo, um país desenvolvido. Abrir casas de meninas é o passado. Raparigas drogadas, senhoras sem dentes e imigrantes ilegais não chamam mais a atenção dos homens, o que o verdadeiro homem quer mesmo são lamas e veados!


Isto é o negócio do futuro! Estou bem ciente disso. Até podemos fazer um belo turismo zoológico-erótico com o melhor que Portugal tem para oferecer. Quantas vezes, amigos, quantas vezes não me deparei com turistas que me perguntavam alegremente onde havia uma boa casa para a loucura e eu, envergonhado, baixava a cabeça e dizia que havia poucas casas de luxo. Pudera! Onde eu nasci e arredores as senhoras que eu vejo a dar as boas-vindas aos turistas nem costumam ter dentes! E é claro que isto dá logo má imagem do país! Quantas vezes não pensei eu, se houvesse uma quinta com umas belas cabras e ovelhas, de pêlo escovado e com uma dentadura impecável, podia para lá mandar esses aventureiros. E eles saíam de lá todos contentes e iam espalhar a notícia lá na terra deles. Produto mais nacional que este não há. Estamos a importar senhoras de outras nacionalidades quando temos cabras e ovelhas doidinhas à espera deste tipo de casas! Os alemães é que a sabem e é por isso que mandam na Europa.

Aliás, digo ainda aos governantes deste país que penetrem pelo interior de Portugal à procura de ovelhas que tiraram a virgindade a pobres jovens! São às dezenas!

Fora de brincadeiras, a sério que o Velho Continente é dominado por um país onde existem "Jardins zoológicos eróticos"??? Qualquer dia rebenta o escândalo no Parlamento alemão e metade dos deputados tem raízes em zonas rurais... E obrigado CM por me possibilitares colocar Merkel e Zoofilia no mesmo texto, há anos que ansiava por este momento!

Autoria e outros dados (tags, etc)

A problemática da ciência exacta

por Marquês, em 14.06.12
Pelas minhas contas (e desde logo tenho medo que muitos leitores deste blogue não consigam perceber o palavreado por mim escolhido), não é só a selecção nacional de futebol que tem problemas a nível das contas.

82% de negativas a Matemática na garotagem que passeia pelo 9.º ano do ensino português é aborrecido. Digo isto porque sempre gostei dessa que é a verdadeira ciência exacta e mestre da lógica. Não há cá respostas incompletas ou meio certas, ou está certo ou errado. Aliás, uma das maiores desilusões da minha infância, a par da mão do Abel Xavier no Euro2000, foi um Suficiente Mais nessa dita disciplina. Sempre fui do contra e como é normal não gostar de matemática, eu gostava. Obviamente, cheguei a ser insultado por dizer que gostava de matemática, tal como fui gozado por gostar de bróculos e apupado por gostar de usar um maiô justinho para fazer ginástica - as crianças são terríveis.


Contudo, este aborrecimento é preocupante para o futuro, a curto e longo prazo. A longo prazo temo que os jovens de hoje não consigam perceber quanto devem ao banco ou porque raio existe um tracinho no saldo bancário. E a curto prazo temo que 82% dos jovens portugueses não consigam perceber as probabilidades de Portugal chegar aos quartos-de-final do Euro2012. É que se Portugal ganhar e a Dinamarca ganhar, Portugal tem de marcar mais golos que os nórdicos para passar e até pode ficar em primeiro lugar do grupo mas depois também existe a Alemanha que ganhou a Portugal e tem uma diferença de golos de dois golos. Mas se Portugal perder e a Dinamarca perder ficam três equipas empatadas com três pontos mas se Portugal só perder por um golo de diferença passa na mesma. Mas depois Portugal também pode empatar e se a Dinamarca empatar ficam com os mesmos pontos e com os mesmos golos mas Portugal passa porque ganhou à Dinamarca com um golo do camisola 18... Nesta brincadeira toda, se ficarem três equipas empatadas com os mesmos pontos, só há festejos quando sair o calendário oficial com os jogos dos quartos-de-final...

Autoria e outros dados (tags, etc)


O responsável

foto do autor



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D