Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Queridos amigos, sim, tu aí, que vão de férias para o Algarve. Tenho umas dicas preciosas para poderem desfrutar do vosso descanso – e não contribuírem ainda mais para o mau feitio dos algarvios.

 

Sim, sou algarvio. Sim, tenho mau feitio. Sim, não gosto do resto dos portugas – REINO DOS ALGARVES 4EVER! WE LOVE BIFES AND BIFAS AND THEIR MONEY!!!

 

Peço desculpa… Já escondi a garrafa de vinho. Prometo comportar-me até final do post.

 

Nós, algarvios (ou vá, eu e mais alguns) até gostamos do resto dos portugueses, com quem até partilhamos uma língua materna e uns punhados de séculos de história conjunta. (nunca serei português, em primeiro lugar sou sempre algarvio mas com dupla nacionalidade!)

 

Portanto, agora que se aproxima a época em que o país vai em debandada para o Reino dos Algarves, deixo umas dicas úteis para poderem desfrutar de umas verdadeiras férias em condições neste paraíso :)

 

1 – Ser simpático e educado. Não custa nada dizer bom dia ou um simples olá quando se entra num estabelecimento. Os algarvios até sabem dizer “bom dia” em várias línguas! 

 

2 - Respirar um pouco. Se há coisa que qualquer turista gosta é... de se queixar! Mas como assim, Marquês? O turista gosta de se divertir! - Isso julgam vocês antes de ir de férias. O turista gosta de se queixar. É a demora para ser atendidos, é o vento, é a praia que tem muita areia, é o rapaz do hotel que nos repreende quando atiramos uma cadeira do 3º andar para a piscina...

 

3 - As regras de trânsito que conhecem também estão em vigor no Algarve. É extremamente proibido interromper a marcha no meio da estrada porque encontraram o spot para uma selfie perfeita! E estacionar em cima da passadeira continua a dar multa. Estão de férias, não vos custa nada deixar o carro a mais de 100 metros da praia.

 

4 - Utilizar a expressão "Lá". Amigos, os algarvios não vivem numa concha. Nós já fomos a Lisboa - ok, foi para ir a uma consulta mas também conta. Alguns de nós até já foram ao Porto! E há algarvios que já foram de férias ao estrangeiro (UAU). Dizer "Lá em Lisboa, Lá em França, Lá..." como se nós fossemos ignorantes não vos vai conseguir uma mesa junto à janela.

 

5 - Um empregado de mesa no Algarve é igual a um empregado de mesa em qualquer lado. Acreditem, nenhum "garçon" gosta de ser chamado com um estalar de dedos ou com um "Oh pssst!". Por incrível que pareça, esses "garçons" estão a trabalhar. 

 

6 - Diz-se "em" Quarteira e não "na" Quarteira... Dá um aperto no coração.

 

Espero que estas dicas sejam úteis e sintam-se à vontade para me linchar na caixa de comentários. Mas nunca se esqueçam que eu posso conhecer a pessoa que vos serve o arroz de marisco ou a caipirinha gelada :)

 

Boas férias, amigos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Conselho de borla para estas férias

por Marquês, em 18.08.16

Amigos, colegas, desconhecidos e até adversários. O Marquês tem um conselho para vos dar.

 

Se gostam de passar férias em locais paradisíacos e pouco frequentados, se adoram aquele restaurante que mesmo no pico de Agosto serve um peixe fresco maravilhoso e nunca tem quatro horas de filas, se apreciam os prazeres da vida: NÃO CONTEM A TODA A GENTE!!!

 

Sou algarvio, nascido na Costa Vicentina - sim, nesse paraíso onde vocês passam férias -, e adoro os locais onde cresci e onde faço os meus retiros espirituais. Longe da civilização, sem a azáfama das cidades, sem ter de andar aos encontrões nas filas do supermercado, sem stress. E eu sei que vocês também gostam. 

 

Lembram-se quando descobriram esses lugares escondidos onde podiam passar férias à vontade? Sem pessoas barulhentas, numa tremenda paz e pacatez? Então não espalhem a notícia.

 

Há muita coisa que me incomoda mas esta está claramente no top3: "Os 10 locais escondidos que precisa conhecer"! Não precisa! Esses locais escondidos só são fantásticos porque são escondidos. Quando toda a gente os conhecer e lá for, deixam de ser escondidos e perdem o seu encanto!

 

Ainda há uns dias falava com uns amigos que costumam ir de férias para o Algarve e se lembram que há 20 anos ninguém ia para aquela zona, tiravam três semanas nas calmas, num local magnífico e conhecido por poucos. A palavra espalhou-se, começaram a marcar presença em tudo o que é digital e todos quiseram lá ir. Resultado: a azáfama e a confusão das enchentes piorou o serviço, criou mau ambiente, os preços aumentaram (lei da oferta-procura), passou a estar esgotado para as vossas preciosas férias, os locais perderam a piada, está igual às cidades, já não gostam, os algarvios são antipáticos, bla, bla, bla...

 

Portanto, sintam-se à vontade para passar férias nesses locais mas não contem a toda a gente, pode ser? Digam aos vossos amigos mais próximos, a quem vos perguntar, mas não contem ao mundo! 

 

Boas férias!

Um abraço sentido,

o vosso amigo Marquês

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Algarve que é vosso

por Marquês, em 05.08.16

Ahhhh, finalmente Agosto. Ser do Algarve e trabalhar em Lisboa faz de mim um dos poucos que foge a sete pés de férias em Agosto.

 

Nunca escondi que não sou fã acérrimo da capital. Lisboa é uma cidade bonita, com muita história, é onde acontece tudo neste país, mas não é o meu local de eleição para morar. Que faço eu aqui, então? Perguntam vocês. Trabalho. Respondo eu. Vim atrás daquela coisa que me fizeram acreditar ser possível na escola - ter uma carreira.

 

Durante 11 meses perco horas intermináveis no trânsito, tenho de levar com gente rabugenta e mal-educada nos estabelecimentos de atendimento, respiro stress no meio da multidão. Em Agosto, Lisboa fica vazia, há pouquíssimo trânsito - excepto ao sábado a caminho das praias (ou dos shoppings se vier aquele mau tempo de Verão), e as pessoas andam mais descontraídas e animadas, a pensar nas férias.

 

Não, eu não tiro férias em Agosto e vou ao Algarve durante o resto do ano. Acreditem, sabe muito melhor ir lá quando não corremos o risco de encontrar aquele palerma que se meteu à nossa frente na A5 ou quase nos arrancava o pára-choques no Marquês de Pombal.

 

A menos que tenham o mesmo azar que eu, fui de férias em Julho e encontrei um cliente no mesmo hotel, praticamente no quarto ao lado...

 

Boas férias minha gente!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ricardo Vilão, comediante que já tive o prazer de ver ao vivo, inclusive no Algarve, (digo prazer porque tem, em palco, piada e até tem histórias engraçadas) está a fazer furor nas redes sociais. Ora, fazer furor nas redes sociais é o equivalente a ter fotos nuas a circular ou ter posts que incomodam as pedras da calçada. Neste caso, são as pedras da calçada de Albufeira que foram arrancadas com as intempéries do fim-de-semana.

 

O comediante, num rasgo de brilhantismo humorístico, fez uma piadola sobre o Algarve, sobre aquele tema batido que os algarvios só gostam de ingleses e que Portugal não gosta dos algarvios mas faz férias no Algarve só para comprovar que são mal tratados e para meter fotos nas discotecas com aquários de gin e duas nortenhas atrevidotas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sou fixe

por Marquês, em 03.07.15

Às vezes gosto de me levantar e ir passear pelo escritório. Vou cumprimentar os colegas de outros departamentos, meto-me com eles, faço umas piadas e dou-lhes cultura.

 

No outro dia ensinei um pouco de história do futebol ao mais novo cá do sítio. O rapaz é sportinguista e não conhecia os Cinco Violinos... Lá tive de lhe ensinar umas coisitas.

 

Ainda há pouco expliquei aos meus colegas as diferenças entre o Barlavento e Sotavento algarvios. Tenho alguns colegas que são meus conterrâneos, contudo, são todos lá dos lados de Espanha, como Faro e Tavira. E dizem palavras como "moss" e "deb". São um bocado estranhos. No Barlavento somos mais fixes, temos melhores praias e melhores ondas, temos serras mais bonitas, recebemos mais bêbedos no verão, somos mais bonitos. Enfim, podia continuar nisto o dia todo.

 

Só tenho de ter cuidado e desconfiar de copos de água oferecidos. Pelo menos uma colega ficou com cara de quem me queria matar. Há gente sem sentido de humor e cultura.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


O responsável

foto do autor



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D